segunda-feira, 3 de março de 2008

O Kart

Poucos reparam, mas ao lado do tradicional Estádio do Café, em Londrina (o maior do Paraná), há uma pista de kart. Mais conhecida como Kartódromo Luigi Borghesi. Além de bichinhos ariscos e velozes, aqui tem muita história para ser contada.

Graças à nossa dinâmica e atenciosa prefeitura, liderada pelo glamouroso Nedson Micheletti, o kartódromo anda abandonado. Em Londrina as autoridades não se preocupam com muita coisa, que dirá o esporte. "Coisa de pobre", devem pensar.

Talvez até seja por isso que a estrutura do Borghesão seja pequena e mal cuidada. Estacionamento praticamente não há. Arquibancadas, duas, pequenas. Uma é bem velha e desconfortável. A outra mal é possível vê-la, pois está coberta de mato. O asfalto é bastante ondulado, e em alguns pontos, sujo. Enfim, a estrutura beira o amadorismo.

Mas o ambiente é agradável. Fica perto do Autódromo, onde dá pra ver a entrada para a Caixa d'água. Esses dias eu tava andando, de kart, em baixo. O Leandro Totti, da Londrina Truck Racing, de caminhão, em cima.

Existe a AKRL (Associação dos Kartistas da Região de Londrina). Ouço dizer que os caras só querem saber de estar no poder, poder o poder. Não se mexem muito, e as coisas são levadas com a barriga. Enfim, vamos deixar isso de lado. Não sou eu que cuido dessas coisas.

Independentemente dos diversos problemas, há uma turma legal aqui - tirando alguns Parilla / Marchinha ignorantes, claro. Homens que correm de kart por diversão, mas com muita dedicação. São velozes (e como!) e muito simpáticos.

Tem o Luizinho, meu ídolo, o Sérgio Hayashi, o McGiver, Newton, Evandro, Carlos José (meu tio), Jedson, Evandro Haroldo, João Soitiro... Tem bastante gente. Alguns eu não sei o nome, mas ainda vou saber. Essa turma aí corre de 13 hp, mas alguns são ousados. Possuem experiência com Parilla e pretendem disputar as 500 Milhas (de carro) de Londrina, no final do ano.

(Sem dizer que, graças ao kart, conheci pessoas espetaculares, como o Beto Monteiro, piloto aqui da região, e o Valdeno Brito, residente em Londrina, que corre na Medley pela Stock Car.)

O Luizinho, por exemplo, diz que quer correr em todas as etapas do Sul-Brasileiro de Kart (Londrina-Florianópolis-Farroupilha), disputar as 500 Milhas Velopark, e participar até de um campeonato no Japão. Além, claro, da Copa AKRL, das 4 Horas e das 100 Milhas, as três disputadas aqui mesmo.

E como já citado neste blog, pretendo participar daquela turma. Após alguns namoros com o Indoor - que por sinal, não funciona mais - iniciei correndo no kart recém-comprado pelo meu tio. No começo, ia no improviso. Macacão, luva, bala-clava e protetor de costela eram dele. O capacete eu pegava emprestado de alguém. Para eu chegar ao pedal, usava um pneu, ou mais freqüentemente, um isopor no banco. Os tempos, claro, lá em cima. Comecei com 1:10 e fechei o ano com 56 baixo. Isso em uma pista onde os mais velozes, de 13 hp, fazem 49. O Nelsinho Piquet, com Parilla, já cravou 42. Acho que é o recorde da pista.

Enfim, em 2008 comecei a fazer aula. Com o Marquinhos, que, junto com o Bira, são os nossos Colin Chapman. O Marquinhos é um cara bem gente boa. Rígido quando deve, bonzinho quando dá. E não devemos nos esquecer também do auxílio do Edinei. Ou mais simplesmente Zoinho. Mecânico fera, sempre dando uma mão.

Agora corro com um macacão amarelo, aliado ao meu capacete roxo. Vocês vão ver. Quando eu tiver um kart, ele vai ser lindo de morrer, além de fudido. Nessa época, tomara, eu estarei brigando com Luizinho e cia. Não sei quando, mas tomara que aconteça um pouco depois do meio do ano.

Copa Paraná

Ontem foi um dia movimentado no kartódromo. Em Londrina, foi disputada a primeira etapa da Copa Paraná de Kart. Obviamente, não arrumaram nada para receber uma competição deste porte. O máximo que fizeram foi colocar umas bandeirinhas para enfeitar. Mas, tudo bem.

Apesar dos pequenos grids (cada categoria tinha no máximo 10 karts), presenciei boas corridas. O nível era alto, e as disputas também. Principalmente na Cadete, na Júnior e na Graduados, onde a molecada é ousada. Achei no mínimo engraçado ver alguns pilotos de 6 anos com o macacão amarrado e alongando, com pinta de piloto da McLaren. Entre eles, tinha uma tal de Bruna, que fez uma bela corrida na Cadete (motor Honda com 5 cv). Vou torcer pra ela.

Outro fato curioso aconteceu na Graduados. Tinha um piá, andava entre os líderes, que soltava uma puta duma fumaça, principalmente nas curvas de baixa velocidade. Era algo impressionante, só não foi desclassificado porque ele acabou abandonando, com o motor quebrado, em não mais que oito voltas.

Para fechar, vale destacar o que aconteceu na 13 hp. Parece que exigiram, para a inscrição, alguns equipamentos (incluindo o motor) CBA. Isso fez com que apenas um cara, de Guarapuava, participasse da categoria. Aí liberaram tudo nos últimos dias, para formar um grid com 7, 8 karts.

Os pilotos da Cadete animaram o público.

Meu tio flagrou o exato momento em que os dois líderes da Júnior se estranharam pela primeira vez. Faltando duas voltas para o final, o #17 acabou abandonando após outro toque com o #14, que sagrou-se o vencedor da primeira bateria.

Vai um Marlboro aí?

Miguel Costa Jr. aprendeu comigo.

WTCC: só deu Seat em Curitiba

Muito legal, não só o evento, mas também a corrida, do World Touring Car Championship em Curitiba. Vou torcer para a Seat este ano, mais precisamente pro Rickard Rydell, que até que fez duas boas corridas.

E eu prometo para mim mesmo que em 2009 estarei nas arquibancas do Autódromo Raul Boesel ver aqueles carros passarem.

Mas eu queria mesmo é andar pelo paddock.

F1: acabaram-se os testes

Todas as equipes, tirando a Honda (que ainda anda em Valência), encerraram os testes de pré-temporada. Algumas rápidas conclusões nos dão a impressão de que a McLaren é favorita sim, talvez com os dois pilotos; Raikkonen andou mais que Massa; muito dificilmente a Renault, que dirá Alonso, como eu "previa" será campeão; a Williams vêm com tudo; a BMW deve evoluir ao longo da temporada; Rubens Barrichello vai se aposentar de forma melancólica da categoria.

Ainda antes de os motores roncarem em Melbourne, farei um mini-guia para a temporada 2008 da F1.

GP2: grid fechado

Enquanto a GP2 Asia rola normalmente, a série mundial só começa em abril. E, ao contrário dos últimos anos, todas as vagas já estão definidas, desde o final de fevereiro. Vamos aos carros:

1. Karun Chandhok (Índia) - iSport International
2. Bruno Senna (Brasil) - iSport International
3. Luca Filippi (Itália) - ART Grand Prix
4. Romain Grosjean (França) - ART Grand Prix
5. Vitaly Petrov (Rússia) - Campos Grand Prix
6. Ben Hanley (Grã-Bretanha) - Campos Grand Prix
7. Christian Bakkerud (Dinamarca) - Super Nova International
8. Álvaro Parente (Portugal) - Super Nova International
9. Jerôme d'Ambrosio (Bélgica) - DAMS
10. Kamui Kobayashi (Japão) - DAMS
11. Javier Villa (Espanha) - Racing Engineering
12. Giorgio Pantano (Itália) - Racing Engineering
14. Sébastien Buemi (Suíça) - Arden International
15. Yelmer Buurman (Holanda) - Arden International
16. Davide Valsecchi (Itália) - Durango
17. Alberto Valério (Brasil) - Durango
18. Adrián Valles (Espanha) - FMS International
19. Andy Soucek (Espanha) - FMS International
20. Mike Conway (Grã-Bretanha) - Trident Racing
21. Ho Pin Tung (China) - Trident Racing
22. Andreas Züber (Áustria) - Piquet Sports by GP Racing
23. Pastor Maldonado (Venezuela) - Piquet Sports by GP Racing
24. Michael Herck (Bélgica) - DPR
25. Diego Nunes (Brasil) - DPR
26. Paolo Maria Nocera (Itália) - BCN Competición
27. Milos Pavlovic (Sérvia) - BCN Competición

Bastante gente boa ficou de fora, como Marko Asmer, Nico Hulkenberg, Olivier Jarvis, Sam Bird, Felipe Albuqurque, Adam Carroll, Robert Wickens, Sérgio Jimenez e Alx Danielson. Mas, no geral, o nível dos corredores é interessante.

F-Superleague: louco por ti, Corinthians

Eu sei, a coluna ficou enorme, e muita gente contesta essa categoria (inclusive eu, em partes).

Mas o carro do Timão ficou lindo.

E com o Perdigão no volante, ainda! Vish! Não vai ter pra ninguém!

Já tem estilo de Fernando Alonso: Perdigão, em pé, na extrema direita.

Um comentário:

Fê Guimarães disse...

Olá! Estou aqui para lhe pedir uma colaboração para a divulgação do blog http://querumbicho.blogspot.com/, q tem a finalidade de ajudar os bichinhos sem lar de Londrina e região. Agradeço desde já... Ajude a salvar uma vida! Até+