segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O melhor da temporada 2008

No último texto do ano desta coluna, já sob o agradável clima de festividades e confraternização, uma rápida apresentação do que de melhor rolou no esporte a motor em 2008. Esclareço apenas que a sobre a F-1 já foi discutido o suficiente nas últimas colunas.

MotoGP

Para surpresa de muita gente, Valentino Rossi, já com o estigma de piloto decadente, ressurgiu em 2008 e levou o caneco, superando o atual campeão e favorito ao bi Casey Stoner - mesmo com um equipamento inferior. O ápice da temporada foi visto no lendário circuito californiano de Laguna Seca, quando Rossi e Stoner travaram um duelo memorável. Ill Dottore acabou vencendo a prova por economizar os pneus - foram por causa deles que Casey tombou de sua motocicleta após uma freada, a seis voltas do fim.

NASCAR Sprint Cup

Jimmie Johnson fez história no maior campeonato do automobilismo estadunidense A bordo de seu Chevrolet Impala, o piloto da Hendrick Motorsports faturou o tricampeonato da categoria, feito que apenas outro piloto havia conquistado na história da NASCAR: Cale Yarbrough, nas temporadas de 76, 77 e 78. JJ superou dois pilotos muito cotados para triunfar no campeonato de 2008: Kyle Busch, que se destacou apenas na temporada regular, e Carl Edwards, que mesmo se mostrando bastante competitivo nos playoffs, teve de se contentar com o vice.

IndyCar Series


Após ver seu campeonato cair no conceito dos fãs de automobilismo espalhados pelo mundo, a Indy resolveu tomar providências. E a primeira delas foi fundir-se com a ChampCar para fortalecer um único campeonato - o que, sejamos sinceros, ainda não aconteceu de fato. Diante de uma temporada experimental para a maioria das equipes, quem se deu bem foi um piloto experiente: Scott Dixon, da Chip Ganassi. Embora o título tenha sido decidido apenas na última corrida do certame, Scott foi soberano em 2008. Helio Castroneves, Dan Wheldon e Tony Kanaan, os outros postulantes ao título, nem chegaram a pressionar o neozelandês.

GP2


Pela primeira vez em quatro anos, o campeão desta emocionante categoria não será congratulado com uma vaga na F-1 no ano seguinte. Seria este um sinal de retrocesso? Provavelmente não. Giorgio Pantano levou o troféu em 2008 por mostrar-se competente e saber desenvolver o carro da Racing Engineering. Entretanto, o italiano não é lá tão jovem, algo que não trouxe interesse para as equipes da F-1. Pode-se dizer também que Pantano não teve adversários a altura, já que Bruno Senna ainda não é um primor em constância, Lucas di Grassi iniciou o certame no meio da temporada e Romain Grosjean era apenas um estreante.

A1GP

Já que o seu calendário é seguido de acordo com o verão europeu, na contramão dos tradicionais campeonatos, a A1GP entra em recesso de fim de ano tendo apenas a metade de sua temporada disputada. A Suíça, atual campeã, ocupa somente a 7ª colocação na tabela, enquanto quem ponteia é a Irlanda, comandada pelo sempre competente Adam Carroll. Portugal, vejam só, é o 2º colocado.

Superliga

Contrariando a opinião de muita gente, o torneio em que seus carros representam clubes de futebol do mundo todo saiu do papel. Ainda que não tenha engrenado, a categoria já tem uma temporada encerrada, onde o campeão foi, sim, o Beijing Guoan, pilotado por, pasmem, Davide Rigon. A SL contou com algumas figurinhas carimbadas em sua temporada inicial, como Robert Doornbos e Antonio Pizzonia. Apesar disso, não tem um cenário de forças muito bem dimensionado: foram oito vencedores diferentes nas dezesseis baterias da temporada 2008.

DTM

No ano de despedida de Bernd Schneider das pistas, quem fez a festa no Deutsche Tourenwagen Masters (considerado por muitos o campeonato de carros de turismo mais competitivo do planeta) foi Timo Scheider, da Audi. Até a última etapa do certame, em Hockenheim, Paul di Resta, da Mercedes, um escocês muito talentoso, tinha chances matemáticas de faturar o título de 2008. Porém, com uma vitória que quase o levou aos prantos, Scheider sagrou-se o campeão.

WTCC

Regularidade foi a principal característica de Yvan Muller, o campeão do World Touring Car Championship em 2008. O francês completou todas as baterias da temporada, sendo apenas duas delas fora dos pontos. Quanto às montadoras, quem deu as cartas neste ano foi a SEAT, que não só emplacou o campeão da categoria, Muller, mas também o vice - Gabriele Tarquini. Já os alemães provaram do amargo gosto da decepção, já que o melhor piloto da BMW na tabela de classificação foi o tricampeão Andy Priaulx, ocupando apenas a 4ª colocação.

WRC

Não há muito que comentar. O agora pentacampeão Sebastien Loeb, com seu inconfundível Citroën C4, dominou, de maneira absoluta, a edição de 2008 do Mundial de Rali, vencendo onze das quinze etapas disputadas (recorde no WRC) e cravando ainda mais seu nome como um dos grandes da história dos ralis - senão o maior. Eu diria que é um gênio. Pilotos de rali de alto nível já têm o meu respeito. Os que se sobressaem e ainda monopolizam algum campeonato devem ser exaustivamente elogiados. Ergam um busto para Loeb!

Copa Nextel Stock Car

Numa temporada em que a experiência e a competência do chefe de equipe Andreas Mattheis fizeram a diferença, Ricardo Mauricio e Marcos Gomes travaram um bom duelo na luta pelo título. Com o abandono de Gomes na última etapa, em Interlagos, o campeonato ficou nas mãos de Ricardinho, que talvez merecesse alguma chance numa categoria européia ou norte-americana. Cacá Bueno, surpreendentemente, não foi tão forte como nos últimos anos, e Thiago Camilo novamente ‘morreu na praia’. Há de se destacar as boas temporadas de Giuliano Losacco, Átila Abreu e Allam Khodair. E claro, a despedida do multicampeão Ingo Hoffmann das pistas, um dos melhores pilotos da história do automobilismo brasileiro.

Campeões pelo mundo

Abaixo, os vencedores da temporada de 2008 de outras categorias. Em asterisco, torneios ainda em andamento.

250cc - Marco Simoncelli (ITA)
125cc - Mike de Meglio (FRA)
Superbike - Troy Bayliss (AUS)
P-WRC - Andreas Aigner (AUT)
J-WRC - Sebastien Ogier (FRA)
F-3 Européia - Nico Hulkenberg (ALE)
F-3 Inglesa - Jaime Alguersuari (ESP)
F-3 Alemã - Frederic Vervisch (BEL)
F-3 Japonesa - Carlo van Dam (HOL)
F-3 Espanhola - German Sanchez (ESP)
F-3 Italiana - Mirko Bortolotti (ITA)
F-3 Sul-Americana - Nelson Merlo (BRA)
GP Macau - Keisuke Kunimoto (JAP)
Ultimate Masters - Jules Bianchi (FRA)
F-Renault Inglesa - Alexander Sims (ING)
F-Renault Italiana - Pal Varhaug (NOR)
EuroCup FR - Valtteri Bottas (FIN)
F-BMW (Final Mundial) - Alexander Rossi (EUA)
F-Ford Inglesa - Wayne Boyd (ING)
Skip Barber - Conor Daly (EUA)
F-Atlantic - Markus Niemela (FIN)
F-Star Mazda - John Edwards (CAN)
Indy Lights - Raphael Matos (BRA)
F-Master - Chris van der Drift (NZE)
Euro 3000 Series - Nicolas Prost (FRA)
World Series by Renault - Giedo van der Garde (HOL)
F-Nippon - Tsugio Matsuda (JAP)
GP2 Asiática* - Kamui Kobayashi (JAP)
Speedcar Series* - Vitantonio Liuzzi (ITA)
FIA GT (GT1) - Andrea Bertolini (ITA) / Michael Bartels (ALE)
FIA GT (GT2) - Gianmaria Bruni (ITA) / Toni Vilander (FIN)
FIA GT3 - Arnoud Peyroles (FRA) / James Ruffier (FRA)
BTCC - Fabrizio Giovanardi (ITA)
V8 Supercars - Jamie Whincup (AUS)
TC2000 - José Maria Lopez (ARG)
NASCAR Nationwide - Clint Bowyer (EUA)
NASCAR Craftsman - Johnny Benson (EUA)
LMS (LMP1) - Alexandre Premát (FRA) / Mike Rockenfeller (ALE)
LMS (LMP2) - Jos Verstappen (HOL)
LMS (GT1) - Guillaume Moreau (FRA) / Patrice Goueslard (FRA)
LMS (GT2) - Robert Bell (ING)
24h Le Mans - Allan McNish (ESC) / Rinaldo Capello (ITA) / Tom Kristensen (DIN)
ALMS (LMP1) - Lucas Luhr (ALE) / Marco Werner (ALE)
ALMS (LMP2) - Timo Bernhard (ALE) / Romain Dumas (FRA)
ALMS (GT1) - Johnny O’Connell (EUA) / Jan Magnussen (DIN)
ALMS (GT2) - Jorg Bergmeister (ALE) / Wolf Henzler (ALE)
24h Daytona - Juan Pablo Montoya (COL) / Dario Franchitti (ESC) / Scott Pruett (EUA) / Memo Rojas (MEX)
Grand-Am - Scott Pruett (EUA)
GT3 Brasil - Xandy Negrão (BRA) / Andreas Mattheis (BRA)
F-Truck - Wellington Cirino (BRA)
Race Of Champions - Sebastien Loeb (FRA) / Team Germany (ALE)

3 comentários:

SHEILA MELISSA DANTAS disse...

Olá parabéns pelo blog as matérias estão bem legais!!!!!!
www.paddockformula1.blogspot.com

Ylan Marcel disse...

Pessoal, em mais um vídeo curioso postado pelo Motorizado (www.motorizado.wordpress.com), Giancarlo Fisichella faz comercial para uma bebida de baixo teor alcoólico e é aclamado como CAMPEÃO DA FÓRMULA 1 no site oficial da empresa. Confira!

Fábio Mota disse...

MotoGP: me parece cada vez mais perdendo espaço no cenário da velocidade.
IndyCar Series: torço pra consolidação maior da categoria nos EUA. Até pq eu odeio Nascar.
GP2: O Max Mosley ao invés de fazer suas orgias e meter bedelho em maluquices devia cuidar mais dessa importante e desprezada categoria de acesso.
A1GP:Inçossa como sempre.Depósito de descnhecidos.
Superliga: Idem A1GP com um agravante de misturar esportes nada a vê entre si.
WRC: Categoria do Loeb e só!
Copa Nextel Stock Car: Categoria que eu mais odeio, não sei sé pq só tem velho e desiludidos, se é pq tem o filho do Malão Bueno(ele ñ tem culpa, já o Pai)ou se pq chamou tanto a mídia e patrocinadores que está atrapalhando o surgimento de talentos brasileiros para as categorias de Fórmula.

Abraços André!